Passeios

Descubra os jardins secretos de Lisboa

Abril 30, 2024 · 9:26 am
Parque Florestal de Monsanto/ Foto de Aline Macedo

Lisboa está prestes a revelar toda a sua verde exuberância com a chegada do sempre aguardado Jardins Abertos. Várias primaveras, alguns outonos e um verão depois, a 13ª edição do festival estende as suas raízes e ganha renovada força, alargando a programação a todos os fins-de-semana do mês de maio e abrindo os portões de cerca de 30 jardins para visitas e atividades.

De jardins secretos a coleções raras, projetos comunitários, hortas, claustros e palácios, são espaços que prometem oferecer uma experiência única aos amantes da natureza, aos curiosos e aos exploradores urbanos. O Jardins Abertos 2024 decorre durante os fins de semana de 4-5, 11-12, 18-19 e 25-26 de maio, dando aos visitantes a oportunidade descobrir lugares tantas vezes escondidos que a cidade tem para oferecer.

Cinco sentidos para descobrir

Jardins Abertos de Lisboa
Foto de @Jardins Abertos

Todas as atividades são gratuitas e esta edição é dedicada aos cinco sentidos, dando destaque a experiências sensoriais de ser e estar com a paisagem. Podem ser visitados espaços inéditos, como o Jardim do Dragão, do Centro Científico e Cultural de Macau, o Jardim do Atelier do Grilo, o Parque Hortícola da Terra de Minas na Tapada da Ajuda e o projeto Urbem Florestas Urbanas. Também alguns jardins especiais, como a Estufa Fria de Lisboa, os Jardins do Palácio Fronteira ou a Quinta Pedagógica dos Olivais nos convidam a usar os nossos sentidos com uma maior consciência.

Destacam-se os passeios no Parque Florestal de Monsanto ao nascer do sol, as oficinas com diferentes temáticas, desde perfumaria, pintura, culinária e dança, além de atividades destinadas a serem vividas em família. Pode pôr as mãos na terra ou apenas desfrutar da beleza, participar em sessões de jardinagem coletiva ou trocar plantas.

Espaços partilhados

Foto de @Jardins Abertos

Ao longo das edições anteriores, o festival Jardins Abertos tem sido um encontro feliz entre conhecimento e bem viver, interligando botânica e ecologia, artes e sustentabilidade, oferecendo visitas guiadas e uma multiplicidade de atividades para enriquecer a experiência dos participantes.

Agora, o festival continua a ser um convite para descobrir não apenas os espaços verdes da cidade, mas também as histórias por detrás destes: das espécies que os habitam, das mãos que os cultivam e das comunidades que os celebram.

É uma oportunidade única para se envolver na alma verde de Lisboa e encontrar o encanto e a beleza tranquila dos jardins da cidade. Venha celebrar a natureza e faça parte desta comunidade!

As visitas aos jardins do festival são gratuitas, o acesso é feito por ordem de chegada e não são permitidos animais de estimação. Algumas das atividades requerem inscrição prévia.

Conheça aqui o Programa completo.

Jardins abertos 2024
Foto de AlineMacedo
Habitação

As melhores casas com jardim para viver a primavera

Descubra excelentes oportunidades de imóveis com jardim, varanda ou terraço.

Decoração

Jardins de encantar: o segredo para valorizar a sua casa

A decoração de espaços exteriores, muitas vezes pouco aproveitados, pode transformar aquele jardim ou varanda no trunfo capaz de maximizar a rentabilidade do seu imóvel.

Passeios

Jardins com história para receber a primavera

De norte a sul do pais, há muito património natural por descobrir. Conheça três jardins com história para aproveitar a primavera.

Leia mais

Impostos

Isenção IMT e Imposto do Selo chega a todos jovens independente do rendimento

Jovens até aos 35 anos terão isenção total de IMT na compra de casas até 316.772 euros

Habitação

Câmara de Lisboa aprova consulta pública para alteração ao plano do Vale de Santo António

O Plano de Urbanização do Vale de Santo António, com a previsão de construção de 2.400 fogos, vai ser submetido a discussão pública.

Decoração

Pronto-a-vender, Pronto-a-morar e Pronto-a-render

Conheça a grande tendência do mercado imobiliário!

Impostos

Isenção de IMT e Selo pode poupar 5.500 euros aos jovens numa casa de 200 mil euros

Governo ainda não anunciou quem serão os jovens elegíveis para esta medida.