Dicas

Será que sofre de parascavedecatriafobia?

Outubro 11, 2023 · 4:16 pm
Foto de Ансплэш Степана no Unsplash

Sexta-feira 13, anuncia o calendário: um dia comum para a maioria da população, mas não para quem sofre de parascavedecatriafobia. Se o título também arrastou alguns hipocondríacos, pode respirar de alívio: não é contagioso.

Parascavedecatriafobia significa «ter medo da sexta-feira 13», palavra formada a partir da junção das palavras gregas paraskevi («sexta-feira»), dekastreis («treze») e phobia («medo»).

Já quem tem triscaidecafobia sofre “apenas” de medo do número 13.

Se estes são casos sérios de superstição, a verdade é que, mesmo os mais racionais de nós têm algum resquício de superstição.

Poder contra o desconhecido

Seja por “herança” da avó que assegurava que cortar as unhas à sexta-feira era azar certo ou porque a seleção de futebol ganha sempre que usamos aquelas meias verdes, há momentos em que preferimos não arriscar!

As superstições não são mais do que crenças populares que ajudam os comuns mortais a lidar com o medo, o sobrenatural, o desconhecido. Quem não quer guardar a sorte num objeto, proteger os seus de qualquer infortúnio e aprender a controlar o destino?

As crenças, rituais e amuletos criam-nos a ilusão de segurança perante tudo aquilo que não controlamos. Contudo, também sabemos que, tantas vezes na vida, ter confiança é tudo.

Acredite ou não, deixamos-lhe 13 curiosas superstições para atrair a sorte e afastar o mau-olhado de sua casa.


  1. Amuletos e objetos de sorte

Ferraduras, patas de coelho, trevos de quatro folhas, dedos cruzados em figa são amuletos transversais a diversas culturas usados para garantir sorte e bons augúrios aos seus detentores.

Por exemplo, as ferraduras espantam os maus espíritos e devem ser colocadas por cima da porta de entrada, com a parte aberta virada para cima.

Já em Marrocos, a ferradura tem afinal poderes acrescidos e até era usada para curar a impotência sexual.  A água em que a ferradura tivesse estado de molho devia ser bebida durante 7 dias.

Parascavedecatriafobia: Superstições de sorte e azar
Foto de Harris Vo no Unsplash

2. Moedas no chão da sala ou escondidas no sapato

A superstição varia consoante a fonte, tal como muitos dos saberes populares. É tradição esconder moedas na sala da casa para garantir a prosperidade financeira de quem nela habita.

Noutras versões da crença, as moedas devem ser escondidas dentro de sapatos.

3. Acender uma vela ou queimar sálvia numa casa nova

Para limpar a casa de energias negativas, basta queimar sálvia e deixar arder como incenso, na primeira noite que passar na casa nova. Acender uma vela nova também tem o mesmo efeito.

4. Passar o saleiro de mão em mão quebra a amizade

Quando receber família e amigos para refeições em sua casa, não passe o saleiro de mão em mão. Assim, pouse-o primeiro na mesa para evitar zangas, discussões e quebras de amizade.

Já atirar uma pitada de sal sobre o ombro esquerdo com a mão direita garante que vai manter uma grande amizade.

5. Sal na porta de casa para afastar maus espíritos

Sinónimo de purificação, o sal é protagonista de diversas superstições. Logo, para manter maus espíritos longe de sua casa, espalhe uns grãos de sal na porta de entrada. Para se limpar e proteger, esfregue sal grosso durante o banho.

parascavedecatriafobia: superstições e fobias
Imagem de Cookie_studio on Freepik

6. Vassouras novas e afastadas dos pés

São diversas as superstições relacionadas com vassouras, ou não fossem estas o meio de transporte privilegiado das bruxas.

Numa casa nova, a vassoura e a pá devem ser também elas novas, porque transportam as energias da morada anterior.

Por outro lado, não se devem varrer os pés de pessoas solteiras, sob pena de estas nunca casarem.

7. Partir um espelho traz anos de azar

Esta é uma das superstições mais conhecidas, mas uma das quais em que ninguém quer arriscar. Partir um espelho traz sete anos de azar: quem quer carregar uma maldição durante tanto tempo?

Mesmo para quem não acredite na superstição partir um espelho é uma enorme maçada. Evidentemente, exige cuidado na limpeza dos cacos e na sua deposição, para não haver azares…

8. Canela e romã para atrair dinheiro e prosperidade 

Para fazer face à subida das taxas de juro e pagar o empréstimo da casa, só mesmo com alguma fé no sobrenatural. Atraia dinheiro e garanta prosperidade soprando uma pitada de canela no primeiro dia de cada mês.

Outra superstição passa por colocar sementes de romã na carteira. Para que não afaste a fortuna, evite pousar a carteira e a mala no chão.

parascavedecatriafobia: medo da sexta-feira 13
Foto de Iryna Ilieva no Pexels

9. Não ter 13 convidados à mesa 

De volta ao número do dia, diz a superstição que não devemos sentar 13 convidados à volta de uma mesa, pois a mais nova irá morrer antes do ano acabar. Crê-se que esta crença tem origem na Última Ceia, em que Cristo se sentou com os 12 Apóstolos.

De igual modo, na mitologia nórdica, Loki, espírito do mal e da discórdia, foi o 13.º deus a chegar ao banquete em Valhala. Neste, gerou-se uma discussão que acabou por resultar na morte de Balder, o favorito dos deuses.

Por isso, em vez de arriscar, convide os vizinhos para jantar.

10. Não fazer a cama do bebé antes do nascimento

A chegada de um bebé à família é sempre um momento especial envolto em muita expectativa. Embora os pais gostem de ter tudo atempadamente preparado para receber o novo membro da família, há algo que não devem fazer antes do nascimento: a cama. As avós e tias mais velhas garantem que traz azar.

11. Camas, mesas e lençóis

Se alguns rituais devem ser feitos para trazer boa-sorte outros só têm de ser evitados. Nesta categoria cabem várias leis para afastar o azar: não passar por baixo de escadas, não abrir guarda-chuvas em casa, não pousar tesouras em cima da cama. Outros clássicos são o nunca serem três pessoas a pôr a mesa, a dobrar lençóis ou fazer a cama de lavado.

12. Partilhar o mesmo copo

Se não bastarem as medidas de saúde pública, ficam as do sobrenatural: duas pessoas não devem partilhar o mesmo copo. Caso o façam, ficam a saber os respetivos segredos. A mecânica desta superstição é algo obscura, já que não se percebe ao certo o modo como os segredos são revelados.

13. Significados ocultos

Os supersticiosos tendem a valorizar o significado oculto dos números. Se 13 é sinónimo de azar, outros são números poderosos e associados à boa sorte. A título de exemplo, na China acredita-se que os imóveis cujo preço inclui o número 8 atraem boa sorte.

A soma dos números da porta, do andar ou até do código postal podem ter significado nas crenças de cada um, por se associarem a datas especiais ou números favoritos.

superstições: sorte e azar
Foto de Arina Naomi Jilly no Pexels
Artes

Esculpidas para provocar: estátuas que geraram polémica

São provocadoras, arrojadas, incompreendidas: recorde as estátuas que causaram polémica.

Decoração

Jardins de encantar: o segredo para valorizar a sua casa

A decoração de espaços exteriores, muitas vezes pouco aproveitados, pode transformar aquele jardim ou varanda no trunfo capaz de maximizar a rentabilidade do seu imóvel.

Decoração

Feng Shui: ideias para harmonizar a sua casa

Sempre quis experimentar técnicas de Feng Shui mas não sabe como? Descubra alguns princípios que pode, com facilidade, aplicar em sua casa.

Leia mais

Habitação

Lisboa aposta em construção mas deve prosseguir com reabilitação

Em 2023, a autarquia licenciou mais fogos reabilitados do que nova construção.

Dinheiro

Rendas das casas sobem 7,1% em maio

Lisboa registou o maior aumento, de acordo com o INE.

Profissionais

Contagem decrescente para a V Conferência da Promoção Imobiliária

A Secretária de Estado da Habitação, Patrícia Gonçalves Costa, discursa no início da tarde na Conferência da Promoção Imobiliária.

Habitação

Porta 65 Jovem com novas regras de acesso

Presidente da República promulgou o diploma do Governo que alarga o acesso ao Porta 65 Jovem.