Habitação

Sabe o valor do m2 das casas em Portugal no ano passado?

Abril 24, 2024 · 9:57 am
Imagem de Wirestock no Freepik

Os preços medianos da habitação em Portugal desaceleraram no 4.º trimestre de 2023, fixando-se nos 1 619 € por metro quadrado (m2), o que corresponde a uma taxa de variação homóloga de 7,9% (face 10,0% no trimestre anterior), avançou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os valores globais de 2023 revelam que o preço mediano de alojamentos familiares em Portugal foi 1 611 €/m2, com algumas das sub-regiões a registarem valores superiores à média nacional, como a Grande Lisboa (2 740 €/m2), o Algarve (2 613 €/m2), a Península de Setúbal (1 901 €/m2), a Região Autónoma da Madeira (1 889 €/m2) e Área Metropolitana do Porto (1 800 €/m2).

“Tomando como referência as vendas efetuadas durante os 12 meses entre janeiro e dezembro de 2023, o preço mediano de alojamentos familiares em Portugal foi 1.611 euros/m2, aumentando 2,0% relativamente ao ano acabado no trimestre anterior e 8,6% relativamente ao ano acabado no trimestre homólogo”, refere o INE

Preços crescem em 23 das 26 sub-regiões

Comparando com igual período de 2022, o preço mediano da habitação cresceu em 23 das 26 sub-regiões, destacando-se o Oeste como zona de maior crescimento (16,7%).

As seis sub-regiões onde a habitação é mais cara – Grande Lisboa, Algarve, Área Metropolitana do Porto, Região Autónoma da Madeira, Alentejo Litoral e Península de Setúbal – apresentaram os valores mais elevados em ambas as categorias de domicílio fiscal do comprador, ou seja, tanto nacionais como estrangeiros.

Em Lisboa e Porto, o preço médio das transações efetuadas por compradores com domicílio fiscal no estrangeiro superou, em 65,0% e 69,8%, respetivamente, o preço das realizadas por compradores com domicílio fiscal nacional.

Cascais, Lisboa e Oeiras: os mais caros no 4.º trimestre

No último trimestre de 2023, a desaceleração dos preços da habitação ocorreu em 18 dos 24 municípios com mais de 100 mil habitantes (face a 11 no 3.º trimestre de 2023).

Em sentido contrário, verificou-se um aumento da taxa de variação homóloga em seis municípios, evidenciando-se o concelho da Maia (mais 7,8 pontos percentuais) e o de Vila Nova de Famalicão (+6,5 p.p.). O município do Porto registou uma descida de 11,9 p.p. enquanto Lisboa teve um decréscimo de 5,7 p.p.

Os municípios de Cascais (4 176 €/m2), Lisboa (4 086 €/m2) e Oeiras (3 096 €/m2 ) apresentaram os preços da habitação mais elevados.

Habitação

Promotores imobiliários congratulam-se com revogação do arrendamento coercivo

O Conselho de Ministros aprovou ontem novas alterações na Habitação.

Habitação

Fim do arrendamento coercivo e da contribuição extraordinária no AL: novas medidas aprovadas

O Conselho de Ministros aprovou ontem alterações ao pacote Mais Habitação.

Habitação

Recuperação das vendas de casas provoca nova aceleração nos preços

A nova subida de preços reflete uma recuperação das transações entre fevereiro e abril deste ano.

Leia mais

Habitação

Promotores imobiliários congratulam-se com revogação do arrendamento coercivo

O Conselho de Ministros aprovou ontem novas alterações na Habitação.

Habitação

Fim do arrendamento coercivo e da contribuição extraordinária no AL: novas medidas aprovadas

O Conselho de Ministros aprovou ontem alterações ao pacote Mais Habitação.

Vender Casa

Mansão de “Sozinho em casa” está à venda

Espreite as imagens da icónica casa imortalizada no cinema!

Investimento

Preços dos imóveis comerciais aumentam 5,5% em 2023

Diferencial entre o Índice de Preços da Habitação e o Índice de Preços das Propriedades Comerciais diminuiu.