Impostos

Rendas de habitação social são dedutíveis no IRS até ao limite de 586 euros

Abril 12, 2024 · 12:06 pm
Foto de Mateus Campos Felipe na Unsplash

As rendas de habitação social são dedutíveis no IRS até um limite de 586 euros. Se estas não aparecerem automaticamente na declaração, os inquilinos que vivam em habitação social devem introduzi-las manualmente no anexo H, de acordo com a Autoridade Tributária (AT).

Segundo uma informação vinculativa da AT, divulgada no seu site, os contratos de arrendamento de prédios urbanos pertencentes a autarquias locais, ou outras entidades públicas, celebrados ao abrigo do regime de renda apoiada, podem ser deduzidos até 30% da sua renda, com um limite de 586 euros, no IRS do arrendatário. Tal foi esclarecido em resposta a um pedido de informação sobre a possibilidade de dedução das rendas de habitação social no Portal eFatura para efeitos de IRS.

30% das rendas sociais são dedutíveis

É importante sublinhar que o valor dedutível das rendas de habitação social é maior do que o das rendas fora deste regime. Fora do regime apoiado os arrendatários podem deduzir 15% dos custos com rendas até 502 euros, enquanto no caso das habitações sociais, 30% das rendas são dedutíveis até 586 euros.

Esses são os valores aplicáveis nas declarações de IRS deste ano, com base nos rendimentos e despesas de 2023. No entanto, para a declaração de IRS de 2025, referente aos ganhos e custos de 2024, houve alterações introduzidas pelo Orçamento do Estado para 2024. O limite para dedução das rendas normais será alargado de 502 para 600 euros, mantendo-se a percentagem de 15% de dedução.

É importante observar também que apenas as rendas a partir de 2007 são dedutíveis no IRS. Contratos celebrados antes da entrada em vigor do Regime do Arrendamento Urbano (RAU) e do decreto-Lei n.º 166/93, de 7 de maio, só podem ser deduzidos a partir de janeiro de 2009.

Portanto, se as rendas não estiverem registadas no Portal das Finanças, os inquilinos têm a opção de incluí-las manualmente no anexo H da declaração modelo 3 de IRS.

Impostos

Isenção IMT e Imposto do Selo chega a todos jovens independente do rendimento

Jovens até aos 35 anos terão isenção total de IMT na compra de casas até 316.772 euros

Impostos

Isenção de IMT e Selo pode poupar 5.500 euros aos jovens numa casa de 200 mil euros

Governo ainda não anunciou quem serão os jovens elegíveis para esta medida.

Impostos

Pagamento de IMI já pode ser efetuado: 267 concelhos reforçam descontos

Imposto Municipal sobre Imóveis começa a ser pago em maio.

Leia mais

Vender Casa

Mansão de “Sozinho em casa” está à venda

Espreite as imagens da icónica casa imortalizada no cinema!

Investimento

Preços dos imóveis comerciais aumentam 5,5% em 2023

Diferencial entre o Índice de Preços da Habitação e o Índice de Preços das Propriedades Comerciais diminuiu.

Créditos

Avaliação bancária das casas aumenta para 1.580 euros/m2

Em abril, o valor médio na habitação cresceu 7% em termos homólogos.

Investimento

Investidos 226 milhões em imobiliário comercial na AM do Porto

O retalho representa 41% do investimento em imobiliário comercial no Grande Porto, entre o início de 2023 e abril deste ano.