Profissionais

Recuperação das vendas anima operadores

Março 20, 2024 · 12:20 pm
Imagem de Sally Wilson por Pixabay

As expetativas sobre as vendas e a procura de habitação registaram uma assinalável progressão no início de 2024, depois da tendência de compressão em 2023, como demonstra o mais recente inquérito de confiança ao mercado residencial português, o Portuguese Housing Market Survey (PHMS), realizado pela Confidencial Imobiliário em parceria com o RICS.

Os resultados de janeiro são contrastantes com os dos meses antecedentes, com quase todos os indicadores de mercado a apresentarem uma melhoria, não só no que respeita à atividade atual, mas também em relação às expetativas para a sua evolução.

Procura e vendas com maiores recuperações

Os indicadores de procura e vendas registaram as maiores recuperações, voltando a terreno positivo após um longo período. A procura por parte de novos compradores cresceu de um saldo líquido de respostas de -30% em dezembro para +2% em janeiro, uma entrada em terreno positivo pela primeira vez desde 2022.

No que concerne às vendas, o volume de vendas acordadas passou de -28% em dezembro para +2% em janeiro, o mesmo se verificando quanto às expetativas de vendas para o próximo trimestre. Neste caso, o saldo líquido de respostas evoluiu de -19% em dezembro para +7% em janeiro.

A retoma da atividade é acompanhada por uma sustentação dos preços no momento atual e acaba por animar, de forma mais expressiva, as perspetivas quanto à sua evolução. No que respeita ao momento atual, o saldo líquido de respostas quanto à evolução dos preços atingiu +4%, um aumento face aos -4% de dezembro.

Otimismo face ao aumento dos preços este ano

Nas perspetivas da evolução dos preços a 12 meses a inversão é evidente: de -1% registado em dezembro em comparação com +28% de janeiro. Na prática, este resultado traduz um importante fortalecimento das expetativas quanto a um possível aumento dos preços ao longo deste ano.

Em relação à oferta, o PHMS de janeiro mostra que há uma tendência para a estabilização dos fluxos de novas instruções de venda, mas ainda em terreno negativo, atingindo um saldo líquido de -5%.

«Apesar do momento de instabilidade política que atravessamos, muitos operadores consideram que este conjunto de fatores irá permitir uma recuperação progressiva da procura e que os compradores expectantes tomem as suas decisões de compra.», considera  Ricardo Guimarães, diretor da Confidencial Imobiliário, que adianta: «Esta recuperação da procura continua, contudo, a ocorrer num cenário de falta de oferta de casas acessíveis ao rendimento das famílias, pelo que deverá ser um fator de aceleração dos preços a curto-prazo”.

Tarrant Parsons, Senior Economist do RICS, frisa que “depois de um período prolongado de adversidade, a atividade do mercado imobiliário parece estar a recuperar, o que está correlacionado com o fortalecimento do desempenho económico do Portugal. As condições económicas a nível global também parecem estar a melhorar e isso deverá dar sustentação ao quadro económico nacional, esperando-se que o aumento do rendimento e do consumo ganhem tração no próximo ano”.

O Portuguese Housing Market Survey (PHMS) é um inquérito mensal de confiança desenvolvido pela Confidencial Imobiliário em parceria com o RICS, que ausculta mediadores e promotores imobiliários sobre o sentimento relativo ao mercado residencial.

Habitação

Regulamentação da garantia pública aprovada até setembro

Apoio à concessão de crédito a jovens até aos 35 anos tem de ser regulamentada nos próximos 60 dias.

Habitação

Senhorios com dificuldades para pedir compensação por rendas antigas

Candidaturas estão abertas desde o início do mês mas têm registado diversos constrangimentos.

Construção

Construção de habitação nova ficou mais cara em maio

O custo da mão-de-obra aumentou 8,5%.

Leia mais

Créditos

Reembolsos antecipados e renegociações disparam em 2023

As renegociações no crédito à habitação resultantes de alterações contratuais subiram 271,6%, avança o Banco de Portugal.

Habitação

Regulamentação da garantia pública aprovada até setembro

Apoio à concessão de crédito a jovens até aos 35 anos tem de ser regulamentada nos próximos 60 dias.

Dinheiro

Diminuíram as transações de alojamentos no arranque do ano

Apesar da diminuição nas transações de alojamentos, o Índice de Preços da Habitação registou um crescimento de 7%.

Habitação

Senhorios com dificuldades para pedir compensação por rendas antigas

Candidaturas estão abertas desde o início do mês mas têm registado diversos constrangimentos.