Créditos

Quanto vou pagar a mais pela prestação da casa em novembro?

Outubro 31, 2023 · 5:26 pm
Imagem de BiZkettE1 no Freepik

A prestação da casa paga ao banco vai subir em novembro para todos os contratos indexados a taxas Euribor que sejam revistos nesse mês, apesar do anúncio do Banco Central Europeu (BCE) de uma pausa na subida dos juros. De acordo com a simulação da Deco/Dinheiro&Direitos, a subida pode ascender a quase 136 euros mensais.

BCE faz pausa na subida de juros

Após dez aumentos consecutivos, o BCE anunciou, na passada quinta-feira, uma pausa na subida das taxas juros diretores, que servem de guia para todo o mercado, incluindo do crédito da casa. Contudo, essa pausa ainda não tem impacto imediato nas prestações pagas ao banco que continuam a crescer.

Os créditos à habitação indexados à Euribor a 12 meses têm uma subida da prestação maior do que nos outros dois indexantes, mais 20%, já que a revisão só acontece uma vez por ano. O agravamento para os contratos que renovam em novembro é, ainda assim, menor do que os que viram a sua prestação revista em outubro, em que o aumento foi de 167,54 euros neste prazo de indexante.

No caso dos empréstimos indexados à Euribor a três meses e a seis meses, os agravamentos da prestação da casa serão de 3,5% e 7%, respetivamente, os menores aumentos em mais de um ano.

Fixação da prestação em vigor em novembro

A partir de dia 2 de novembro, as famílias podem pedir ao banco que a sua prestação do crédito habitação seja fixa por um período de dois anos e por um valor mais baixo do que o atual. A redução da prestação acontece porque, no seu cálculo, é contabilizada uma taxa de juro implícita que não ultrapasse os 70% da Euribor a seis meses.

O Banco de Portugal (BdP) confirmou ontem que a adesão ao regime que permite a fixação da prestação do crédito implica que, no final, o cliente pague mais juros.

Euribor a 12 meses

Tomemos como exemplo uma família com um empréstimo no valor de 150 mil euros, a 30 anos, indexado à Euribor a 12 meses e com um ‘spread’ (margem de lucro do banco) de 1%. Neste caso, a partir de novembro vai ter uma subida de 135,55 euros, face ao último ano, passando a pagar 819,96 euros (+ 20%).

Euribor a 6 meses

No caso de um empréstimo no valor de 150 mil euros, a 30 anos, mas indexado à Euribor a seis meses, o cliente passa a pagar 815,81 euros, ou seja, mais 54,36 euros do que paga desde maio (+7%).

Euribor a 3 meses

No respeitante aos empréstimos indexados à Euribor a três meses para as mesmas condições (valor de 150 mil euros a 30 anos) a prestação da casa sobe em novembro 26,87 euros mensais face à última revisão (+3,5%), em agosto, para 802,30 euros.

Estes valores foram calculados tendo em conta as médias da Euribor no mês de outubro, tendo sido a seis meses de 4,115%, a três meses de 3,968% e a 12 meses de 4,160%.

A evolução das taxas de juro Euribor está intimamente ligada às subidas ou descidas das taxas de juro diretoras Banco Central Europeu (BCE).

Desde julho de 2022, o BCE aumentou as taxas diretoras 10 vezes consecutivas, tendo interrompido pela primeira vez este ciclo de subidas na sua reunião de 26 de outubro, deixando as taxas inalteradas.

Fonte: Lusa/ Redação

Habitação

Fixação da prestação agrava valor pago pelo crédito à habitação

Banco de Portugal confirma que medida de fixação da prestação do crédito alivia clientes em dificuldades, mas agrava valor total do crédito.

Habitação

Saiba tudo o que muda na Habitação em 2024

Conheça as medidas previstas para quem procura casas acessíveis, quem tem empréstimos ou arrenda imóveis.

Habitação

Como baixar a prestação da casa sem esperar pela moratória

O Governo aprovou medidas de apoio ao crédito, mas pode conseguir baixar a sua prestação da casa sem ter de esperar pela moratória anunciada.

Leia mais

Habitação

Governo não avança mais informação sobre garantia pública

A garantia pública no crédito à compra de casa por jovens foi aprovada, mas dúvidas mantêm-se.

Gastronomia

“Snacks” saudáveis para levar para a praia e piqueniques

Descubra ideias simples e saborosas!

Habitação

Pinheiro Manso ganha novo empreendimento de apartamentos

O novo condomínio conta com 20 apartamentos de tipologias T1 a T4.

Alojamento Local

Governo prolonga prazo para pagamento da taxa do Alojamento Local

A revogação desta taxa vai ser discutida no parlamento no próximo dia 20 de junho .