Dinheiro

Quanto custa arrendar uma casa em Lisboa e Porto?

Novembro 8, 2023 · 1:47 pm
Imagem de D3images no Freepik

Quanto custa arrendar uma casa em Lisboa e Porto é a pergunta que muitos querem ver respondida, embora, na maior parte das vezes não encontrem na resposta solução para os seus problemas de habitação. Apesar disso, a tendência parece estar a mudar.

As rendas dos novos contratos de arrendamento em Lisboa desceram 0,5% no 3.º trimestre deste ano. Esta variação trava o ciclo de fortes subidas trimestrais verificado ao longo do último ano, em que houve aumentos em cadeia superiores a 5%, diz a Confidencial Imobiliário.

Taxa de variação homóloga diminuiu 12%

A escalada no valor das rendas levou a que se registasse um crescimento homólogo inédito de 29,6%, no 2.º trimestre deste ano. Evidência da inversão de comportamento nas variações em cadeia agora registada, a taxa de variação homóloga diminuiu 12 pontos percentuais, atingindo 17,6% no 3.º trimestre.

Ricardo Guimarães, diretor da Confidencial Imobiliário, esclarece que “este período de mais de um ano com sucessivos aumentos de grande magnitude coincidiu com as alterações no mercado de arrendamento, nomeadamente o travão à atualização de rendas a vigorar em 2023 e as medidas do pacote Mais Habitação. Este contexto de restrições e incerteza, associado a uma conjuntura de pressão inflacionista, levou os senhorios a defenderem-se de perdas futuras por via dos aumentos nos novos contratos, cumulando num incremento de quase 30% nas rendas entre o 2º trimestre de 2022 e o mesmo período de 2023. Neste quadro, a variação em cadeia de apenas -0,5% sugere que os proprietários não pretendem continuar a testar a elasticidade do mercado, considerando que as rendas atingiram o seu ponto máximo.”

Porto revela tendência semelhante a Lisboa

No Porto, a tendência é semelhante, embora a variação trimestral das rendas se mantenha positiva. Nos novos contratos de arrendamento verifica-se um aumento de 3,2% face ao anterior trimestre. Contudo, há um abrandamento comparando com a anterior subida trimestral de 4,8%.

Já no 1.º trimestre, o Porto tinha evidenciado um aumento de 2,3%, contrastando com os níveis de 8% a 10% verificados nos trimestres precedentes. Ainda assim, em termos homólogos, as rendas no Porto tiveram uma subida de 28,5% no 2.º trimestre deste ano, e de 20,0%, no 3.º trimestre.

Quanto custa arrendar casa em Lisboa e Porto? 

Apesar das tendências registadas, a verdade é que as rendas continuam muito elevadas. De acordo com os dados do SIR-Arrendamento, as duas principais cidades do país atingiram valores mais altos de sempre.

A renda média de Lisboa alcançou um novo máximo, chegando aos 19,4€/mnos imóveis usados, o que traduz um preço de 1.495€ para um apartamento de tipologia T2 e de 1.164€ para um T1.

Habitação

Lisboa aposta em construção mas deve prosseguir com reabilitação

Em 2023, a autarquia licenciou mais fogos reabilitados do que nova construção.

Habitação

Porta 65 Jovem com novas regras de acesso

Presidente da República promulgou o diploma do Governo que alarga o acesso ao Porta 65 Jovem.

Habitação

Governo vai apresentar revisão da lei dos solos no próximo mês

A revisão da lei pretende acelerar respostas para criar mais habitação acessível e a preços controlados.

Leia mais

Habitação

Lisboa aposta em construção mas deve prosseguir com reabilitação

Em 2023, a autarquia licenciou mais fogos reabilitados do que nova construção.

Dinheiro

Rendas das casas sobem 7,1% em maio

Lisboa registou o maior aumento, de acordo com o INE.

Profissionais

Contagem decrescente para a V Conferência da Promoção Imobiliária

A Secretária de Estado da Habitação, Patrícia Gonçalves Costa, discursa no início da tarde na Conferência da Promoção Imobiliária.

Habitação

Porta 65 Jovem com novas regras de acesso

Presidente da República promulgou o diploma do Governo que alarga o acesso ao Porta 65 Jovem.