Habitação

Porto aprova programa para melhorar acessibilidades em casas

Maio 21, 2024 · 5:06 pm
Foto de Sonny Vermeer no Pexels

A Assembleia Municipal do Porto aprovou ontem, por unanimidade, o regulamento do programa que visa dotar de melhores condições de mobilidade e acessibilidade as habitações onde residem pessoas com incapacidades permanentes, bem como as partes comuns desses imóveis.

Presente na sessão, o vereador com o pelouro do Urbanismo, Pedro Baganha, esclareceu que o programa contempla uma verba de 50 mil euros e determina um valor máximo de 7.500 euros por beneficiário.

O programa destina-se a melhorar as condições de mobilidade e acessibilidade de habitações privadas onde residem pessoas com incapacidades permanentes, nomeadamente pessoas em cadeiras de rodas, pessoas com incapacidade de andar ou percorrer grandes distâncias e pessoas com dificuldades sensoriais.

Adiantamento de 30% para sinalizar obra

Segundo o vereador, este programa surge no âmbito de outro programa semelhante, que foi proposto pelo Governo no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), mas cujas condições não foram aceites pelo município.

“Estava proposto pelo Governo que a câmara se substituísse aos proprietários, sendo que seria a câmara a fazer as obras e ficar com o ónus do prazo de garantia da mesma obra”, referiu.

Por “comportar riscos não aceitáveis”, Pedro Baganha esclareceu que, em alternativa, o município decidiu propor este programa, que tem o mesmo objetivo, mas que difere nas condições, uma vez que a obra é paga pelo município, mas executada pelo proprietário.

O vereador esclareceu ainda que os interessados poderão deslocar-se à Domus Social, empresa municipal que irá gerir o programa, e pedir um adiantamento de 30% para sinalizar a obra.

O restante montante será pago mediante a apresentação de fatura junto dos serviços municipais.

Programa contempla interiores e áreas comuns

A par de obras no interior das habitações, o programa contempla também as partes comuns dos imóveis onde esses fogos se localizam, esclareceu o vereador, acrescentando que esse critério foi acrescentado em resultado da consulta pública.

“Parece-nos que é mais cauteloso este modelo do que o inicialmente proposto pelo Governo”, observou.

Questionado sobre a verba destinada ao programa, o presidente da Câmara do Porto assegurou que, esgotando-se os 50 mil euros, o programa será reforçado.

A constituição do regulamento e respetivo programa foi aprovada por unanimidade na reunião privada do executivo municipal que decorreu a 15 de janeiro.

O regulamento foi aprovado pelo executivo municipal em 06 de maio.

Fonte: Lusa

Passeios

Entrada em museus, monumentos e palácios gratuita todos os dias

Conheça a lista completa dos monumentos e palácios que vai poder visitar gratuitamente.

Habitação

Águeda avança com reabilitação de 30 apartamentos num investimento de 2,5 ME

O projeto pretende reabilitar 30 apartamentos devolutos.

Habitação

As zonas mais “cool” para viver no Porto

Descubra quais são!

Leia mais

Dinheiro

Rendas das casas sobem 7,1% em maio

Lisboa registou o maior aumento, de acordo com o INE.

Profissionais

Contagem decrescente para a V Conferência da Promoção Imobiliária

A Secretária de Estado da Habitação, Patrícia Gonçalves Costa, discursa no início da tarde na Conferência da Promoção Imobiliária.

Habitação

Porta 65 Jovem com novas regras de acesso

Presidente da República promulgou o diploma do Governo que alarga o acesso ao Porta 65 Jovem.

Habitação

Governo vai apresentar revisão da lei dos solos no próximo mês

A revisão da lei pretende acelerar respostas para criar mais habitação acessível e a preços controlados.