Empresas

Mercado de escritórios em Lisboa e Porto regista forte dinâmica

Junho 5, 2024 · 10:22 am
Foto de Nastuh Abootalebi na Unsplash

O mercado de escritórios de Lisboa e Porto registou um forte dinamismo nos primeiros quatro meses do ano, segundo a mais recente análise da consultora imobiliária Savills.

Lisboa alcançou 97.436 m² de volume de absorção, entre janeiro e abril de 2024, superando em muito os 24.838 m² registados no mesmo período de 2023.  Realizaram-se 56 operações, uma subida de 14% em relação ao ano anterior, com uma área média de 1.740 m² por operação.

O Parque das Nações foi a zona com melhor performance, registando 16.919 m² ocupados, apenas em abril, e 45.589 m² no acumulado de janeiro a abril de 2024. Duas grandes operações contribuíram para estes valores: o pré-arrendamento de 26.709 m² no Edifício WELLBE pela Caixa Geral de Depósitos e o arrendamento de 15.835 m2 no Oriente Green Campus por parte da Universidade Europeia.

No acumulado entre janeiro e abril o setor de “Serviços Financeiros” foi o que registou maior dinâmica, com 49.800 m² absorvidos em oito operações.

Lisboa é uma das cidades europeias mais competitivas

No primeiro trimestre de 2024, o mercado de escritórios de Lisboa contava com um stock total de 4,4 milhões de m² e uma oferta disponível de cerca de 445.000 m², com uma taxa de disponibilidade de 10,02%, com o “corredor oeste” a apresentar a maior taxa de disponibilidade – 19,66%. Espera-se que até ao final do ano estejam concluídos aproximadamente 135.000 m² de novos espaços de escritórios, dos quais 15% já estão destinados a pré-arrendamento e 53% a ocupação própria.

A renda prime manteve-se estável nos 28€/m²/mês, o que faz da capital portuguesa uma das cidades europeias mais competitivas.

“É extremamente gratificante observar que o mercado ocupacional de escritórios em Lisboa continua a apresentar números bastante positivos, contrariando a tendência observada em muitos outros mercados, como o mais evidente o americano. A solidez dos fundamentos do nosso mercado sugere que essa resiliência será mantida, o que, sem dúvida, exerce um impacto positivo no mercado de investimento“, salienta Frederico Leitão de Sousa, Head of Offices da Savills Portugal.

Volume de absorção no Porto cresce 82%

No Porto, o mercado de escritórios verificou um volume total de absorção de 21.284 m², nos primeiros quatro meses de 2024, um crescimento de 82% em termos homólogos, o que faz deste o melhor resultado dos últimos cinco anos.

Realizaram-se 27 operações, com uma área média de 788 m² por operação, que representam um aumento de 42% face ao ano anterior. Registaram-se ainda oito operações com áreas acima dos 1.000 m².

Matosinhos registou a melhor performance com 7.827 m² de volume de absorção, o que significa um aumento de 168% em relação ao período homólogo de 2023, seguida pela zona CBD Boavista com 6.531 m² e que regista assim um aumento de 135%. O setor de TMT’s & Utilities foi o mais dinâmico nos primeiros quatro meses, responsável por 59% do volume total de absorção.

Até ao final do ano, estima-se a conclusão de 44.189 m², entre 10 projetos, dos quais 35% já estão pré-arrendados e 28% destinados a ocupação própria. A renda prime da região norte tem vindo a crescer, encerrando o primeiro trimestre em 19€/m², um aumento de 5,5% em face ao quarto trimestre de 2023.

Habitação

Porta 65 Jovem com novas regras de acesso

Presidente da República promulgou o diploma do Governo que alarga o acesso ao Porta 65 Jovem.

Habitação

Governo vai apresentar revisão a lei dos solos no próximo mês

A revisão da lei pretende acelerar respostas para criar mais habitação acessível e a preços controlados.

Impostos

Aprovada isenção de IMT e do imposto de selo para jovens na compra de casa

A proposta do Governo foi aprovada com os votos a favor de PSD, Chega, IL, CDS-PP e PAN.

Leia mais

Habitação

Porta 65 Jovem com novas regras de acesso

Presidente da República promulgou o diploma do Governo que alarga o acesso ao Porta 65 Jovem.

Habitação

Governo vai apresentar revisão a lei dos solos no próximo mês

A revisão da lei pretende acelerar respostas para criar mais habitação acessível e a preços controlados.

Impostos

Aprovada isenção de IMT e do imposto de selo para jovens na compra de casa

A proposta do Governo foi aprovada com os votos a favor de PSD, Chega, IL, CDS-PP e PAN.

Passeios

Arraiais, bailaricos e sardinhas: venham os Santos Populares!

Descubra as dicas para ser muito feliz nas festas populares!