Turismo

Lisboa considerada a melhor cidade europeia para “escapadinha” económica

Maio 15, 2023 · 3:14 pm
Lisboa - Imagem de Martine Auvray noPixabay

Lisboa é o melhor destino europeu, na relação qualidade-preço, para estadias de curta duração, de acordo com o barómetro anual da Post Office, empresa de serviços postais do Reino Unido, que comparou 35 cidades.

Lisboa supera destinos do leste da Europa

Porto está na 6.ª posição do “ranking” que compara 35 cidades europeias
Porto está na 6.ª posição do ranking./ Foto de José Francisco García Cuenca no Unsplash

A capital portuguesa superou os tradicionais destinos mais económicos da Europa de Leste e ocupa a primeira posição frente a Vilnius (Lituânia), e a dois anteriores vencedores – Cracóvia (Polónia) e Atenas (Grécia). O Porto ocupa a 6.ª posição da tabela, logo depois de Riga (Letónia).

“Pela primeira vez, em 16 anos de relatórios, Lisboa não é apenas a cidade mais barata da zona euro, mas supera também suas contrapartes do Leste Europeu”, refere o barómetro. Embora os preços tenham aumentado dois por cento face aos verificados no ano passado, a capital portuguesa registou um aumento muito menor do que as outras cidades.

Lisboa mais barata que Vilnius

Top das cidades europeias mais baratas para escapadinhas
Top das cidades europeias mais baratas para estadias de curta duração

O custo total de uma escapadinha foi calculado com base em 12 itens habituais em viagem. Estes incluem duas noites de alojamento em estabelecimentos de três estrelas para duas pessoas, passeios turísticos e transportes, jantar, diversas bebidas, entre outros.

Em Lisboa, a estadia de curta duração tem um custo médio de 258,29 euros, pouco abaixo de Vilnius com 258,147 euros. No Porto, esta custa um pouco mais: 373,207 euros.

Amesterdão é a cidade mais cara

Amesterdão e Veneza são as cidades mais caras da Europa, sobretudo devido ao custo dos alojamentos, mas também Paris, Barcelona, e Londres estão também entre as mais dispendiosas para escapadinhas.

De acordo com este ranking, a capital portuguesa é a cidade europeia com alojamentos mais baratos por oposição a Amesterdão, onde estes têm os valores mais elevados. Lisboa é também onde se fazem refeições mais económicas, seguida por Atenas e Porto, que surge na terceira posição neste parâmetro. A cidade europeia em que as refeições são mais caras é Copenhaga (Dinamarca).

O barómetro compara ainda os custos culturais, ou seja, visitas a locais históricos, museus e galerias. Neste item, Lisboa “desaparece” do topo da tabela, dando lugar a Dublin, a que se seguem Zagreb e Lille.

Turismo

Turistas não residentes superam níveis de 2019

Espanhóis são um quarto dos turistas internacionais.

Turismo

Turismo espera “aumento significativo” da procura internacional este verão

Os Estados Unidos já lideram o crescimento dos mercados emissores.

Gastronomia

“Snacks” saudáveis para levar para a praia e piqueniques

Descubra ideias simples e saborosas!

Leia mais

Créditos

Reembolsos antecipados e renegociações disparam em 2023

As renegociações no crédito à habitação resultantes de alterações contratuais subiram 271,6%, avança o Banco de Portugal.

Habitação

Regulamentação da garantia pública aprovada até setembro

Apoio à concessão de crédito a jovens até aos 35 anos tem de ser regulamentada nos próximos 60 dias.

Dinheiro

Diminuíram as transações de alojamentos no arranque do ano

Apesar da diminuição nas transações de alojamentos, o Índice de Preços da Habitação registou um crescimento de 7%.

Habitação

Senhorios com dificuldades para pedir compensação por rendas antigas

Candidaturas estão abertas desde o início do mês mas têm registado diversos constrangimentos.