Construção

Investimento em construção abranda no 2º trimestre com aumento de 3,3%

Setembro 13, 2023 · 8:10 am
Foto de Josh Olalde na Unsplash

O investimento em construção abrandou, no segundo trimestre deste ano, em termos homólogos, apesar de um aumento de 3,3% face ao trimestre anterior, segundo dados ontem divulgados pela Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN).

A entidade, citando informação do Instituto Nacional de Estatística (INE), disse que “relativamente ao investimento em construção, verificou-se um abrandamento, em termos homólogos, apesar do aumento de 3,3% face ao trimestre anterior”.

A associação disse ainda que, quanto ao VAB (valor acrescentado bruto) do ramo da construção, “registou-se um aumento de 0,8%, em termos homólogos, e de 0,4%, face ao primeiro trimestre do ano”.

Licenças emitidas com quebra de 10,4%

A AICCOPN revelou também que, relativamente ao “total de licenças emitidas pelas autarquias, nos primeiros 6 meses de 2023, assiste-se a uma quebra de 10,4%, em termos homólogos, em face de reduções de 11,3% nas licenças emitidas para edifícios habitacionais e de 7,5% nos edifícios não residenciais”.

A associação disse ainda que “no que concerne ao licenciamento de fogos em construções novas verifica-se um ligeiro aumento de 2,9%, em termos homólogos, para um total de 16.461 habitações”.

Já o nível da concessão de novo crédito à habitação pelas instituições financeiras, nos primeiros sete meses do ano “ascendeu a 10.662 milhões de euros, o que corresponde a um acréscimo de 9,7%, face a igual período do ano anterior”, sendo que “o ‘stock’ de crédito às empresas de construção registou, no mês de julho, uma diminuição de 5,3%, em termos homólogos”.

De acordo com a AICCOPN, no mercado das obras públicas, até ao fim de julho de 2023, “observou-se uma manutenção da tendência de crescimento expressivo dos principais indicadores”.

Assim, “o montante dos concursos de empreitadas de obras públicas promovidas registou um aumento de 72,4%, em termos homólogos, e o montante dos contratos de empreitadas, celebrados e registados no Portal Base, um acréscimo de 34,7%, em termos de variação homóloga temporalmente comparável”, destacou.

Por fim, segundo a AICCOPN, “o consumo de cimento no mercado nacional, nos primeiros sete meses do ano, totalizou 2,3 milhões de toneladas, o que traduz uma variação nula face ao mesmo período de 2022”.

Fonte: Lusa

Construção

Construção de habitação nova aumenta 3,4% em abril

O custo da mão de obra cresceu mais de 8%, de acordo com o INE.

Construção

Mais de mil milhões em obras públicas até abril

Contratos celebrados de empreitadas de obras públicas cresceram 19%,

Construção

PRR: Governo vai assinar em junho contratos de obras num valor superior a 2 mil milhões de euros

Contratos vão ser assinados com as autarquias para a requalificação e construção de escolas, habitação e centros de saúde.

Leia mais

Habitação

Lisboa aposta em construção mas deve prosseguir com reabilitação

Em 2023, a autarquia licenciou mais fogos reabilitados do que nova construção.

Dinheiro

Rendas das casas sobem 7,1% em maio

Lisboa registou o maior aumento, de acordo com o INE.

Profissionais

Contagem decrescente para a V Conferência da Promoção Imobiliária

A Secretária de Estado da Habitação, Patrícia Gonçalves Costa, discursa no início da tarde na Conferência da Promoção Imobiliária.

Habitação

Porta 65 Jovem com novas regras de acesso

Presidente da República promulgou o diploma do Governo que alarga o acesso ao Porta 65 Jovem.