Investimento

Fundo Land quer captar 500 ME e comprar terrenos em 2024

Agosto 28, 2023 · 9:25 am
Imagem de Wirestock no Freepik

O Fundo Land, que pretende captar 500 milhões de euros em cinco anos, espera oferecer aos investidores um retorno de cerca de 10%, apostando na recuperação de florestas e no sequestro de carbono, disseram hoje os seus porta-vozes.

“O objetivo é captar 500 milhões de euros, maioritariamente de investidores internacionais, em cinco anos, para realizar intervenções num total de áreas até 200 mil hectares” por todo o país, com mais incidência nas zonas desertificadas, explicou à agência Lusa João Raimundo, porta-voz do fundo.

Fundo imobiliário em fase de captação de investimento

Este instrumento é referido como o primeiro fundo de investimento imobiliário português visando a sustentabilidade, com autorização da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), obtida em fevereiro, e aponta para um retorno de 10% ao longo da sua vida, de 15 anos, renovável por períodos de cinco anos.

João Raimundo salienta, no entanto, que o retorno do investimento depende de vários fatores, como a evolução do preço do carbono, no mercado.

“Estamos a captar investimento e, até final do ano, pretendemos conseguir angariar o montante adequado para começar a comprar terrenos”, resume João Raimundo, quando questionado acerca do ponto em que está o projeto.

Aquisição e gestão responsável de terras

O grupo de profissionais de vários setores que se juntaram para criar o fundo definiram como tarefa a aquisição e gestão responsável de terras, principalmente abandonadas, por terem sido destruídas por incêndios ou por serem solos pobres, mas também o sequestro de carbono e a dinamização das regiões.

Esta gestão inclui “reflorestar com espécies autóctones, mais adaptadas à seca e mais resilientes aos incêndios, recuperar ecossistemas, e captar carbono”, contribuindo para a redução da pegada carbónica das entidades ou empresas investidoras no fundo, realçou Ângela Lucas, também porta-voz do Land.

Classificado como um fundo ‘verde escuro’ por ter o objetivo principal de ser sustentável, nas vertentes ambiental e social, o Land tem como meta atingir 750.000 toneladas de carbono sequestradas por ano.

Um ponto realçado pela advogada, especialista em legislação relacionada com alterações climáticas, é a dinamização e fixação das populações através de atividades económicas agroflorestais conjugadas com criação ou recuperação de produções características de cada região.

Rendimento na captação do carbono de “mais curto prazo"

E se o rendimento obtido nas florestas é de longo prazo, o mesmo não acontece na captação de carbono, que é de mais curto prazo, “permitindo ter sustentabilidade” num tempo mais próximo, especifica João Raimundo, explicando que o objetivo é estar em várias zonas e ter floresta em diversas fases de desenvolvimento.

Ângela Lucas fala ainda da importância da utilização da tecnologia para defender e recuperar os ecossistemas, com novas soluções para, por exemplo, prevenir e detetar incêndios, medir o carbono captado ou acompanhar a evolução da biodiversidade.

Para perceber como pode o Fundo Land aproveitar as vantagens da tecnologia para cumprir os seus objetivos, avançou com uma parceria com a NOS.

Portugal fixou a meta de atingir a neutralidade carbónica em 2045, o que implica que as emissões de dióxido de carbono têm de ser compensadas, nomeadamente, pelo sequestro e armazenamento de carbono.

Fonte: Lusa

Habitação

Gondomar vai construir 42 habitações para arrendamento acessível

A autarquia vai investir mais de 5 milhões de euros.

Habitação

Porto promove 620 novas casas de renda acessível em parceria com privados

O executivo aprovou a concessão a privados do Monte Pedral e Monte da Bela.

Habitação

Santa Casa de Lisboa disponibiliza 100 frações para arrendamento acessível

A medida enquadra-se no Programa Arrendar para Subarrendar.

Leia mais

Construção

Custos de construção de habitação nova sobem 2,5% em agosto

O preço dos materiais apresentou uma variação negativa enquanto o custo da mão de obra aumentou, de acordo com o INE.

Habitação

Gondomar vai construir 42 habitações para arrendamento acessível

A autarquia vai investir mais de 5 milhões de euros.

Impostos

Como pedir a devolução do imposto sobre mais-valias imobiliárias

Se vendeu a casa e não reinvestiu, saiba como pode pedir a devolução do imposto cobrado.

Dicas

Presentes perfeitos: 10 ideias originais e inspiradoras para este Natal

Esqueça as peúgas, os chocolates, os "gift cards" e descubra os presentes que vai querer oferecer neste Natal!