Créditos

Euribor sobe a três, a seis e a 12 meses

Maio 10, 2023 · 11:07 am
Foto de André Lergier na Unsplash

A taxa Euribor subiu hoje a três, a seis e a 12 meses face a terça-feira.

A taxa Euribor a 12 meses, que atualmente é a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação com taxa variável, avançou hoje, ao ser fixada em 3,808%, mais 0,004 pontos e contra o máximo desde novembro de 2008, de 3,978%, verificado em 09 de março.

Euribor a 12 meses

Segundo o Banco de Portugal, a Euribor a 12 meses já representa 43% do ‘stock’ de empréstimos para habitação própria permanente com taxa variável, enquanto a Euribor a seis meses representa 32%.

Após ter disparado em 12 de abril de 2022 para 0,005%, pela primeira vez positiva desde 05 de fevereiro de 2016, a Euribor a 12 meses está em terreno positivo desde 21 de abril de 2022. A média da taxa Euribor a 12 meses avançou de 3,647% em março para 3,757% em abril, mais 0,110 pontos.

Euribor a três e seis meses

No prazo de seis meses, a taxa Euribor, que entrou em terreno positivo em 06 de junho de 2022, também subiu hoje, para 3,625%, mais 0,017 pontos e contra o máximo desde novembro de 2008, de 3,651%, verificado em 04 de maio.

A Euribor a seis meses esteve negativa durante seis anos e sete meses (entre 06 de novembro de 2015 e 03 de junho de 2022). A média da Euribor a seis meses subiu de 3,267% em março para 3,516% em abril, mais 0,249 pontos.

No mesmo sentido, a Euribor a três meses, que entrou em 14 de julho em terreno positivo pela primeira vez desde abril de 2015, avançou hoje, para 3,301%, mais 0,031 pontos e contra o novo máximo desde novembro de 2008, de 3,312%, registado em 08 de maio.

A taxa Euribor a três meses esteve negativa entre 21 de abril de 2015 e 13 de julho último (sete anos e dois meses).

A média da Euribor a três meses subiu de 2,911% em março para 3,179% em abril, ou seja, um acréscimo de 0,268 pontos percentuais.

BCE voltou a subir taxas

As Euribor começaram a subir mais significativamente desde 04 de fevereiro de 2022, depois de o Banco Central Europeu (BCE) ter admitido que poderia subir as taxas de juro diretoras este ano devido ao aumento da inflação na zona euro e a tendência foi reforçada com o início da invasão da Ucrânia pela Rússia em 24 de fevereiro de 2022.

Na mais recente reunião de política monetária, em 04 de maio, o BCE voltou a subir, pela sétima vez consecutiva, mas apenas em 25 pontos base, as taxas de juro diretoras, acréscimo inferior ao efetuado em 16 de março, em 02 de fevereiro e em 15 de dezembro, quando começou a desacelerar o ritmo das subidas em relação às duas registadas anteriormente, que foram de 75 pontos base, respetivamente em 27 de outubro e em 08 de setembro.

Fonte: Lusa

Créditos

Bancos devolveram 8,3 ME por comissões e juros indevidos

Reclamações de clientes bancários dispararam no ano passado.

Créditos

Bancos só aceitaram um terço dos pedidos de fixação da prestação

O número de créditos à habitação em risco de incumprimento aumentou de forma significativa em 2023, segundo o Banco de Portugal.

Créditos

Taxa de juro dos novos créditos à habitação cai pelo 5.º mês consecutivo

Em fevereiro, 72% dos novos empréstimos à habitação foram contratados a taxa mista.

Leia mais

Créditos

Bancos devolveram 8,3 ME por comissões e juros indevidos

Reclamações de clientes bancários dispararam no ano passado.

Habitação

Loures vai ter 152 novas casas a custos controlados

O município constrói um projeto de habitação a custos controlados financiado pelo PRR. O montante do investimento ascenderá a cerca de 22 milhões de euros.

Créditos

Bancos só aceitaram um terço dos pedidos de fixação da prestação

O número de créditos à habitação em risco de incumprimento aumentou de forma significativa em 2023, segundo o Banco de Portugal.

Habitação

As casas mais baratas para arrendar em Portugal

Descubra oportunidades de norte a sul!