Créditos

Crédito à habitação desacelera em março

Maio 2, 2023 · 2:05 pm
Imagem de Freepik

A concessão de crédito à habitação desacelerou em março pelo oitavo mês consecutivo, registando um ‘stock’ de 99.700 milhões de euros, tendo os depósitos de particulares atingido níveis inferiores aos de há um ano, divulgou hoje o Banco de Portugal (BdP).

De acordo com o BdP, o montante total de empréstimos para habitação era, no final de março, de 99.700 mil milhões de euros, menos 100 milhões do que no final de fevereiro.

Empréstimos desaceleram há oito meses

Relativamente ao mês homólogo do ano anterior, a concessão destes empréstimos desacelerou, pelo oitavo mês consecutivo: a taxa de variação anual passou de 4,8% em julho de 2022 para 1,9% em março de 2023.

Já o ‘stock’ de empréstimos ao consumo somava 20.600 milhões de euros no final de março, o que reflete um crescimento de 4,6% relativamente a março de 2022.

Depósitos de particulares em queda há três meses

Também destacado pelo BdP é o recuo, em março, do ‘stock’ de depósitos de particulares nos bancos residentes, que diminuiu pelo terceiro mês consecutivo e totalizou 174.800 milhões de euros no final do mês, menos 300 milhões de euros do que no final de fevereiro.

No mesmo período, as subscrições líquidas de certificados de aforro aumentaram 3.500 milhões de euros.

Segundo o BdP, relativamente a março de 2022, os depósitos de particulares nos bancos residentes decresceram 0,3%, traduzindo esta taxa de variação anual negativa “uma redução dos depósitos, o que já não acontecia desde 2017”.

De notar que o crescimento dos depósitos estava a abrandar desde novembro de 2022.

Créditos a empresas recuam

Quanto ao montante total de crédito a empresas, manteve-se face ao mês anterior em 74.600 milhões de euros, mas decresceu 1,0% relativamente a março de 2022. “Este foi o terceiro mês consecutivo em que os empréstimos às empresas se reduziram relativamente ao mês homólogo do ano anterior”, nota o banco central.

A redução dos empréstimos relativamente ao período homólogo foi “mais expressiva” nas grandes empresas e nos setores da eletricidade do gás e água, alojamento e restauração e indústrias transformadoras.

No que se refere ao ‘stock’ de depósitos das empresas, aumentou em 900 milhões de euros em março face a fevereiro, para 65.000 milhões de euros, tendo crescido 2,6% relativamente a março de 2022, o que representa um abrandamento em relação aos 5,1% observados em fevereiro.

As estatísticas de empréstimos e depósitos bancários serão atualizadas pelo BdP em 30 de maio.

Fonte: Lusa

Dinheiro

Rendas das casas sobem 7,1% em maio

Lisboa registou o maior aumento, de acordo com o INE.

Impostos

Aprovada isenção de IMT e do imposto de selo para jovens na compra de casa

A proposta do Governo foi aprovada com os votos a favor de PSD, Chega, IL, CDS-PP e PAN.

Créditos

Taxa de juro mista atinge recorde de 75% dos novos empréstimos

Em abril, os empréstimos com taxa de juro mista representavam 22% do "stock" de créditos à habitação.

Leia mais

Dinheiro

Rendas das casas sobem 7,1% em maio

Lisboa registou o maior aumento, de acordo com o INE.

Profissionais

Contagem decrescente para a V Conferência da Promoção Imobiliária

A Secretária de Estado da Habitação, Patrícia Gonçalves Costa, discursa no início da tarde na Conferência da Promoção Imobiliária.

Habitação

Porta 65 Jovem com novas regras de acesso

Presidente da República promulgou o diploma do Governo que alarga o acesso ao Porta 65 Jovem.

Habitação

Governo vai apresentar revisão da lei dos solos no próximo mês

A revisão da lei pretende acelerar respostas para criar mais habitação acessível e a preços controlados.