Habitação

Câmara do Porto compra mais 32 habitações para aumentar oferta acessível

Julho 3, 2024 · 3:46 pm
Image by Vwalakte no Freepik

Câmara Municipal do Porto comprou 32 novas habitações para aumentar a oferta de arrendamento acessível do município, um investimento de mais de 8 milhões de euros, feito ao abrigo do Programa de Apoio ao Acesso à Habitação – 1.º Direito, integralmente suportado pelo Plano de Recuperação e Resiliência.

Na sua página, a Câmara do Porto explica que estes fogos têm várias tipologias, entre os 68 e os 130 metros quadrados, e situam-se um pouco por toda a cidade. 18 frações situam-se em Paranhos, 7 em Ramalde, 4 em Campanhã, duas no Bonfim e uma em Lordelo do Ouro.

O concurso de atribuição de habitações através do programa 1.º Direito, promovido pela empresa municipal Porto Vivo SRU, já permitiu a atribuição de 28 fogos, 90% daqueles que foram adquiridos pela autarquia.

De acordo com a Câmara Municipal do Porto, a promoção de arrendamento acessível na cidade deverá permitir disponibilizar até 2028 cerca de 1.500 novos fogos neste mercado.

Dinheiro

Preço mediano da habitação sobe 5% no 1.º trimestre para 1.644 euros/m2

Os preços de habitação mais elevados são em Lisboa, em Cascais e Oeiras.

Habitação

Câmara do Porto compra mais 32 habitações para aumentar oferta acessível

O investimento foi feito através do PRR, no âmbito do programa 1.º Direito. A maior parte das casas situam-se em Paranhos.

Empresas

Lisboa: ocupação de escritórios até maio já superou 2023

O volume de absorção supera em 6% a totalidade da ocupação do ano passado.

Leia mais

Dicas

10 atividades ao ar livre perfeitas para as férias em família

Ideias originais para animar o seu verão!

Turismo

Proveitos totais do alojamento turístico subiram 12,2% até maio

Nos primeiros cinco meses do ano foram registados 11,3 milhões de hóspedes e 27,7 milhões de dormidas em Portugal.

Decoração

Como transformar um imóvel comum numa casa de luxo sem gastar muito

Saiba como criar um ambiente mais sofisticado em sua casa.

Dinheiro

Preço mediano da habitação sobe 5% no 1.º trimestre para 1.644 euros/m2

Os preços de habitação mais elevados são em Lisboa, em Cascais e Oeiras.