Habitação

Braga entre as 10 cidades europeias com melhor qualidade de vida

Janeiro 15, 2024 · 11:48 am
Imagem de Luciana Castelli por Pixabay

Braga está entre as 10 cidades europeias com melhor qualidade de vida e em que os habitantes se sentem mais satisfeitos por aí morar, de acordo com um relatório da Comissão Europeia divulgado na sexta-feira.

O relatório sobre a Qualidade de Vida na Europa tem por base um inquérito realizado a mais de 71 mil residentes de 83 cidades da União Europeia, do Reino Unido, da parte Ocidental dos Balcãs e da Turquia, entre janeiro e abril de 2023. Em Portugal, foram analisadas apenas duas cidades: Lisboa e Braga.

O top 10 é liderado por Zurique (Suíça), com 97% dos residentes satisfeitos, seguindo-se Copenhaga (Dinamarca), Groningen (Países Baixos), Gdansk (Polónia), Leipzig (Alemanha), Estocolmo (Suécia), Genebra (Suíça), Rostock (Alemanha), Cluj-Napoca (Roménia) e Braga, com um grau de satisfação entre os habitantes de 94%.

Bracarenses são os que mais usam carro

Braga está entre as 10 cidades, das 83 do estudo, em que os residentes se sentem mais satisfeitos por morar, estando também entre as 10 melhores cidades da Europa para imigrantes, idosos e famílias com crianças.

Contudo, quanto à mobilidade, Braga também lidera a lista das 10 cidades europeias em que os habitantes mais usam o carro diariamente. Em média, os veículos são utilizados por 70% dos bracarenses, enquanto apenas são usados por 48% dos residentes das restantes cidades estudadas.

Braga também está entre as cidades europeias em que os habitantes (27%) menos usam os transportes públicos diariamente. Só Skopje (28%), capital da Macedónia, Heraklion (30%), na Grécia, e Verona (30%), em Itália, ultrapassam a cidade minhota.

Lisboa e Braga entre as melhores para imigrantes

Braga (89%) está também entre as 10 melhores cidades da Europa para imigrantes, estando em terceiro lugar, num ‘ranking’ liderado por Cardiff (95%), no Reino Unido, seguido de Lisboa (90%).

Quanto às cidades com melhor qualidade de vida para idosos, Zurique volta a liderar, com 95% dos inquiridos a elegerem a cidade suíça, e Braga na décima posição, com uma percentagem de 91% dos votos dos residentes inquiridos.

Quanto às 10 melhores cidades europeias para famílias com crianças, a classificação é liderada por Cardiff (96%), seguindo-se Oulu (Finlândia), Braga e Leipzig, todas com 95% dos votos dos moradores. No capítulo de dedicado à segurança, os bracarenses também elegem a cidade como uma das mais seguras para caminhar durante a noite (84%), num top liderado por Copenhaga (87%).

Preços da habitação demasiado altos

No que respeita aos preços da habitação, Braga também não está entre as cidades europeias em que os habitantes consideram ser fácil encontrar casa a um preço razoável.

A Comissão Europeia comparou os dados com os recolhidos em 2019, concluindo que a percentagem de residentes com uma visão positiva da habitação caiu, em média, quatro pontos percentuais (PP), de 38% para 34%, sendo que a maior descida se verificou em cidades com até 250 mil habitantes.

Nos últimos quatro anos, Braga é a segunda cidade da Europa com uma maior queda (14 PP) quanto à perceção dos habitantes sobre encontrar habitação a um preço razoável, sendo ultrapassada apenas por Budapeste, capital da Hungria, em que a visão positiva sobre a habitação diminuiu 18 pontos percentuais, de acordo com o relatório.

Autarca satisfeito com relatório

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, mostrou-se satisfeito com as conclusões do relatório, que refletem as opiniões dos bracarenses.

“Tratando-se de um estudo da Comissão Europeia, sinto-me satisfeito por ver um número tão significativo de bracarenses satisfeitos por viverem na cidade, por estarem felizes e com qualidade de vida. Além disso, sentem que a cidade melhorou ao longo dos últimos cinco anos, nomeadamente na qualidade de vida para os idosos e para as famílias”, afirmou o autarca social-democrata.

Em sentido inverso, nas questões de mobilidade, o autarca assume o desafio.

“Era o único ranking que não queria liderar. Temos a maior percentagem de todas as cidades estudadas que usam normalmente a viatura. É um dos principais desafios com que nos confrontamos na atualidade, que é o da mobilidade. Reflete também o crescimento da cidade, mas é uma das prioridades para a intervenção na gestão pública”, admitiu Ricardo Rio.

Fonte: Redação/ Lusa

Construção

Reabilitação urbana cresce 2,7% em janeiro

A atividade dos empresários do setor cresceu em janeiro face ao ano anterior.

Construção

Vanguard investe 50 milhões em fábrica de casas em madeira

A nova unidade de produção da fábrica da Kōzōwood Industries terá capacidade para construir estruturas em madeira para três casas por dia.

Profissionais

8 Dicas para ter sucesso numa negociação imobiliária

Descubra estratégias infalíveis para melhorar a sua técnica.

Leia mais

Construção

Reabilitação urbana cresce 2,7% em janeiro

A atividade dos empresários do setor cresceu em janeiro face ao ano anterior.

Decoração

O que nunca fazer em decoração: erros e opções de que te vais arrepender

Como fazer da nossa casa um cenário inspirador!

Créditos

Prestação da casa desce 4 euros para créditos com Euribor a 3 e 6 meses

Redução acontece pelo segundo mês consecutivo.

Construção

Vanguard investe 50 milhões em fábrica de casas em madeira

A nova unidade de produção da fábrica da Kōzōwood Industries terá capacidade para construir estruturas em madeira para três casas por dia.