Dinheiro

Avaliação bancária na habitação sobe 10% em abril

Maio 29, 2023 · 11:50 am
Foto de Uriel Soberanes no Unsplash

O valor mediano de avaliação bancária na habitação foi 1.491 euros por metro quadrado em abril, mais oito euros do que em março, anunciou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

No comunicado hoje divulgado, o INE precisa que, em termos homólogos, a taxa de variação fixou-se em 10,0% em abril, desacelerando face à de 11,4% registada em março deste ano. O número de avaliações bancárias diminuiu para cerca de 21,3 mil em abril, menos 34,3% do que no mesmo mês de 2022.

Avaliação de apartamentos sobe 10,6%

No mês em análise, o valor mediano de avaliação bancária de apartamentos foi 1.667 euros/m2 (metro quadrado), mais 10,6% do que em abril de 2022, com os valores mais elevados a serem observados no Algarve (2.067 euros/m2) e na Área Metropolitana de Lisboa (1.992 euros/m2).

A região centro registou o valor mais baixo (1.108 euros/m2) e a Região Autónoma da Madeira apresentou o crescimento homólogo mais expressivo (19,1%) e o centro o menor (9,2%), adianta o INE.

O valor mediano da avaliação para apartamentos T2 subiu 17 euros, para 1.679 euros/m2, tendo os T3 subido sete euros, para 1.489 euros/m2. No conjunto, as tipologias T2 e T3 representaram 78,8% das avaliações de apartamentos realizadas em abril, sublinha o INE.

Avaliação de moradias sobe 5%

Em relação às moradias, o INE precisa que o valor mediano da avaliação bancária foi de 1.137 euros/m2 em abril, mais 5,0% do que no mesmo mês de 2022, com os valores mais elevados a serem registados no Algarve (2.121 euros/m2) e na Área Metropolitana de Lisboa (1.951 euros/m2).

O Centro e o Alentejo registaram os valores mais baixos (911 euros/m2 e 965 euros/m2, respetivamente). O Algarve apresentou o maior crescimento homólogo (17,6%) e não se registaram reduções em nenhuma região.

O INE afirma que para o apuramento do valor mediano de avaliação bancária de abril de 2023 foram consideradas 21.257 avaliações (13.771 apartamentos e 7.486 moradias), menos 34,3% do que no mesmo período de 2022.

Em comparação com o período anterior, realizaram-se menos 403 avaliações bancárias, o que corresponde a um decréscimo de 1,9%.

Fonte: Lusa

Dinheiro

Rendas das casas sobem 7,1% em maio

Lisboa registou o maior aumento, de acordo com o INE.

Impostos

Aprovada isenção de IMT e do imposto de selo para jovens na compra de casa

A proposta do Governo foi aprovada com os votos a favor de PSD, Chega, IL, CDS-PP e PAN.

Créditos

Taxa de juro mista atinge recorde de 75% dos novos empréstimos

Em abril, os empréstimos com taxa de juro mista representavam 22% do "stock" de créditos à habitação.

Leia mais

Habitação

Lisboa aposta em construção mas deve prosseguir com reabilitação

Em 2023, a autarquia licenciou mais fogos reabilitados do que nova construção.

Dinheiro

Rendas das casas sobem 7,1% em maio

Lisboa registou o maior aumento, de acordo com o INE.

Profissionais

Contagem decrescente para a V Conferência da Promoção Imobiliária

A Secretária de Estado da Habitação, Patrícia Gonçalves Costa, discursa no início da tarde na Conferência da Promoção Imobiliária.

Habitação

Porta 65 Jovem com novas regras de acesso

Presidente da República promulgou o diploma do Governo que alarga o acesso ao Porta 65 Jovem.