Dicas

9 ideias imperdíveis para conseguir que os pequenos estudem

Setembro 6, 2023 · 5:26 pm
imagem de Freepik

Esta é uma cena que muitos pais e mães conhecem bem: o seu filho revira os olhos quando lhe diz que deve fazer os trabalhos de casa ou fica com dores de barriga súbitas quando tem de estudar para os testes… Parece que a única coisa que adoram fazer é jogar nas consolas ou passar horas a ver vídeos de qualidade duvidosa.

Se é um destes pais que quer que os seus filhos tenham da escola uma imagem inspiradora, mas teme que se transforme num filme de terror, mantenha a calma e não desespere! Há estratégias divertidas e eficazes para incentivar os miúdos a terem vontade de estudar e, até, a encarar estes momentos com entusiasmo.

Todos aprendemos melhor se nos estivermos a divertir. A pressão e a obrigação não dão grandes resultados: até pode forçar o seu filho a sentar-se a estudar, mas não consegue garantir que está concentrado e motivado. Logo, o primeiro passo é mesmo fazer da aprendizagem uma diversão.


  1. Crie um espaço de estudo acolhedor

Comece por criar um espaço de estudo confortável e atraente. Pode ser uma secretária no quarto, uma mesa na sala de estar ou até um canto tranquilo da cozinha. Garanta que o espaço está bem iluminado e organizado, com todo o material escolar necessário à mão. Personalize-o com alguns dos elementos preferidos do seu filho para torná-lo ainda mais convidativo. Seja uma decoração do Spiderman, unicórnios ou planetas, as cores do seu clube ou a cantora predileta: vale tudo para criar um ambiente mais estimulante!


  1. Estabeleça uma rotina

As crianças adoram rotinas, mesmo quando não o sabem. Ajude o seu filho a estabelecer um horário regular de estudo. Defina um período específico do dia ou da semana para as tarefas escolares e durante este período evite as distrações (telemóvel, televisão, etc.).

Isto vai ajudar a criar um hábito de trabalho e a perceber que é uma parte importante do seu dia. Incentive o seu filho a fazer pausas curtas durante o período de estudo para aumentar a capacidade de concentração. Tal como é importante ter uma rotina de estudo, é fundamental ter tempo para brincar.


  1. “Gamifique” os estudos

O conceito é simples: transforme o estudo num jogo. No processo pedagógico, agamificação” é usada para os conteúdos serem mais atrativos e motivar os estudantes a aprenderem. Por exemplo, crie tabelas para cálculo mental (quantos resultados corretos consecutivos consegues hoje? E amanhã?), jogos de leitura de palavras (num minuto, quantas palavras lês?), estabeleça metas (se fizeres apontamentos do 1.º capítulo passas ao nível seguinte).

O objetivo deve ser a criança superar-se e melhorar, mas para grandes objetivos pode definir recompensas (escolher o menu do jantar ou um livre-passe de uma tarefa doméstica). Claro que pensar e preparar e desafios e jogos pode dar mais trabalho aos pais, mas compensa largamente em entusiasmo das crianças.


  1. Faça dos estudos uma aventura

Pergunte aos seus filhos o que aprenderam e transforme os estudos numa aventura emocionante! Se o seu filho está a aprender sobre história, por exemplo, façam uma visita a um museu ou assistam juntos a um documentário sobre o tema. Se está a estudar ciências, façam experiências em casa.

Ocupe as horas no trânsito com adivinhas divertidas do tipo “quem sou eu?”. A mecânica é simples: um escolhe, por exemplo, o animal. O(s) outro(s) fazem perguntas de resposta sim ou não até adivinhar. És um mamífero? Tens asas? És um morcego! Serve para figuras históricas, animais, países e tudo o mais que a imaginação possa ditar.

Imagem de Freepik


  1. Use recursos interativos

A tecnologia pode ser uma excelente aliada no processo de aprendizagem. Existem inúmeras aplicações e jogos educativos que tornam o estudo mais envolvente. Procure aplicações adequadas à idade e aos interesses do seu filho.

Desta forma, ele vai aprender enquanto se diverte. Mas não se esqueça de que a interação social é uma fonte de aprendizagem essencial, por isso, pelo que deve tentar acompanhar e mediar esses momentos, sempre que possível.


  1. Seja um modelo a seguir

Os pais têm um papel fundamental na motivação dos filhos. No estudo, como em tudo o resto, as crianças estão mais atentas aos gestos do que às palavras. Ou seja: dê o exemplo.

Mostre interesse pelo que os seus filhos estão a aprender, faça perguntas e demonstre curiosidade. Investigue temas, descubra as matérias que ficaram perdidas na sua memória. Partilhe histórias de como o conhecimento o ajuda na sua própria vida e carreira. Ao fazer isso, está a mostrar ao seu filho que o estudo é valioso e pode abrir portas para um futuro brilhante.


  1. Celebre as conquistas

O estímulo positivo é sempre muito eficaz: recompense o esforço do seu filho com elogios e celebrações. Reconheça o trabalho árduo e valorize o processo mais do que simplesmente os resultados.

Organize pequenas comemorações em família, como um jantar especial ou uma ida ao cinema. Esta atitude vai incentivar o seu filho a continuar a esforçar-se nos estudos e, melhor ainda, a partilhar as alegrias.

Celebre as vitórias
Imagem de Freepik


  1. Ensine o valor dos erros

Mesmo os alunos mais consistentes, têm momentos difíceis. Há sempre uma disciplina ou uma matéria mais desafiante que nos deita a confiança por terra. Ralhar, castigar e punir vai dificultar a comunicação com o seu filho.

Ter uma má nota pode ser uma oportunidade para fazer uma reflexão conjunta sobre o que correu mal e como melhorar. Acredite que um falhanço pode ajudar o seu filho entrar no caminho certo se lhe ensinar que o esforço e o trabalho dão resultados e podem levá-lo àquilo a que se propõe.

9. Respeite os interesses e paixões do seu filho

Respeite os seus interesses e paixões das crianças e jovens. Os pais podem ajudar os filhos a integrar essas paixões no estudo e, mais tarde, na escolha profissional. Por exemplo, incentive uma criança que gosta de desenhar a fazer um trabalho em banda desenhada.

Se o seu filho adora música, por que não inventar uma música para os órgãos do aparelho digestivo? Nos momentos de decisão sobre quais as áreas de estudo a seguir, o aconselhamento dos pais é bem-vindo, para que as opções sejam ponderadas e equilibradas. Contudo, não é boa ideia forçar o seu filho a seguir uma área de estudo de que ele não gosta.

Com estas estratégias, vai conseguir transformar as horas de estudo num momento divertido. Em caso de dúvida, tente lembrar-se da sua infância e naquilo que o motivava. Aprender pode ser mesmo uma aventura estimulante para pais e filhos!

Dicas

10 coisas que tem de fazer em Portugal pelo menos uma vez na vida

O que acha que define os portugueses?

Dicas

Encarregados de Educação: Matrículas a partir de 15 de abril

Saiba quais os prazos que deve cumprir!

Dicas

Calendário das provas finais e exames nacionais em 2024

Guia para todos os estudantes: quais as datas das provas de aferição, provas finais e exames nacionais 2023/2024.

Leia mais

Créditos

Reembolsos antecipados e renegociações disparam em 2023

As renegociações no crédito à habitação resultantes de alterações contratuais subiram 271,6%, avança o Banco de Portugal.

Habitação

Regulamentação da garantia pública aprovada até setembro

Apoio à concessão de crédito a jovens até aos 35 anos tem de ser regulamentada nos próximos 60 dias.

Dinheiro

Diminuíram as transações de alojamentos no arranque do ano

Apesar da diminuição nas transações de alojamentos, o Índice de Preços da Habitação registou um crescimento de 7%.

Habitação

Senhorios com dificuldades para pedir compensação por rendas antigas

Candidaturas estão abertas desde o início do mês mas têm registado diversos constrangimentos.