Decoração

7 erros de decoração que não vai querer cometer

Janeiro 2, 2024 · 8:30 am
Image by rawpixel.com on Freepik

Nem todos temos capacidade de criar um ambiente bonito e agradável em nossa casa e alguns erros de decoração podem ser evitados. Descubra algumas dicas importantes daquilo que não deve fazer e como transformar qualquer espaço num lar acolhedor, bonito e confortável.

1. Misturar demasiadas cores

Uma decoração totalmente branca pode tornar-se demasiado asséptica e dificultar a perceção da profundidade do espaço. Por outro lado, o uso de cores ajuda a definir zonas, criar ambientes, provocar emoções. Seja em acessórios, tapetes, papéis de parede ou outros elementos, a cor é determinante neste equilíbrio. Porém, não abuse na mistura de cores e padrões. Pode usar tons neutros ou da mesma família cromática e ser irreverente na aplicação de outros mais fortes. A regra de ouro diz que não se devem misturar mais do que três cores no mesmo espaço, mas mesmo as melhores regras existem para serem quebradas… com criatividade e inspiração.

2. Desvalorizar a iluminação

Um dos erros mais comuns na decoração é a desvalorização da importância da iluminação.  Não falamos de dar pouca importância aos candeeiros, que são em si próprios objetos de decoração, mas de perceber como o jogo de luz e sombra pode determinar um ambiente. Crie diferentes pontos de luz para conseguir zonas mais acolhedoras e não aposte apenas na luz de teto. Candeeiros de mesa, candeeiros de pé, focos, embutidos são ótimas soluções para conseguir este aconchego. Não se esqueça que as luzes brancas são mais frias, enquanto as luzes mais amareladas proporcionam aconchego e calor a um ambiente.

Candeeiros
Imagem de Patrick Schneider na Unsplash

3. Encher demasiado os espaços

Não se esqueça que menos é mais: uma casa pode ter os mais belos móveis e peças de decoração, mas se estiver demasiado cheia, nada vai brilhar. Seja cuidadoso na distribuição dos móveis numa divisão. Deixe espaços de circulação amplos e desimpedidos. Uma assoalhada atravancada de móveis, bibelots, plantas transmite a sensação de falta de espaço, mesmo que seja muito ampla. Se tem muitas coisas bonitas para mostrar, opte por ir mudando algumas peças, guardando outras, de tempos a tempos, e deixe cada uma delas respirar.

4. Não medir os móveis

Quando estiver a decorar a sua casa, não confie no seu olho: aposte na fita métrica. Quando vemos móveis em catálogos ou nas lojas, podem parecer perfeitos, mas quando montados em nossa casa não se adequam. Podem ser demasiado grandes ou pequenos para o espaço idealizado, a sua proporção não combinar entre si ou limitar acessos e passagens. Por vezes basta usar uma fita no chão para consciencializar o espaço que será ocupado pelos móveis, mas não se esqueça também da altura, profundidade e abertura de portas e gavetas.

Sala de estar
Imagem de Pixabay: https://www.pexels.com/pt-br/foto/sofa-branco-perto-do-tapete-preto-259962/

5. Sobrevalorizar a estética em detrimento da função

Este pode parecer um tópico algo contraditório com o título do artigo, mas, na verdade, qualquer decoração que não tenha em conta o propósito de um determinado espaço, não resulta. Porquê? Uma casa é para ser vivida e cada pessoa tem gostos e particularidades únicos. Porém, se, por exemplo, uma casa tiver uma decoração deslumbrante, mas nenhum espaço de arrumação, os seus moradores enfrentarão questões logísticas diárias e não viverão nela com o conforto possível. Por isso, tente sempre equilibrar a função e a beleza dos objetos que escolhe para cada divisão, não desvalorizando o lado prático da vida.

6. Combinar todos os móveis

Outro erro bastante recorrente na decoração de casas é comprar os móveis todos da mesma linha, a combinar rigorosamente entre si. Embora tenha sido uma tendência na decoração, atualmente, as misturas e combinações de cores, materiais e texturas trazem dinâmica e personalidade a qualquer espaço. Não tenha medo de ser ousado e criativo e utilize algumas peças-estrela. Pode ser um objeto vintage, um móvel recuperado, uma obra de arte ou um objeto com valor sentimental que possa brilhar e dar um toque único à sua casa.

Móveis a combinar
Imagem de Medhat Ayad: https://www.pexels.com/pt-br/foto/mesa-branca-e-preta-ao-lado-da-cama-e-da-janela-439227/

7. Despersonalizar o espaço

Se uma casa cheia de quinquilharia transmite uma sensação de claustrofobia, uma casa vazia de personalidade tem o carisma de um quarto de hospital. Nada contra a simplicidade, mas não se esqueça de que parte da magia do espaço que habitamos vem dos objetos que nos levam a lugares felizes. A fotografia de um dia inesquecível, uma pintura inspiradora, a peça de artesanato trazida daquela viagem incrível, a coleção de vinil herdada do avô devem merecer um lugar especial.

Dicas

Os melhores vídeos dos nossos animais de estimação

Gargalhadas e disparates: no Dia dos Animais de Estimação, mime o seu!

Decoração

Devo investir em “home staging” antes de colocar um imóvel à venda?

Os números não enganam: saiba o que dizem as estatísticas!

Decoração

As vantagens de vender ou arrendar uma casa já mobilada

A solução conveniente para inquilinos é estratégia vencedora para proprietários.

Leia mais

Dicas

Os melhores vídeos dos nossos animais de estimação

Gargalhadas e disparates: no Dia dos Animais de Estimação, mime o seu!

Habitação

Renda acessível chega a rendimentos mais altos

O rendimento máximo anual para apoio ao arrendamento sobe a partir de hoje.

Créditos

Quanto pago de juros na prestação da casa?

Taxa de juro implícita na habitação atinge novo máximo.

Gastronomia

Receitas deliciosas em menos de 30 minutos

Descubra ideias simples e saudáveis.